quarta-feira, 31 outubro , 2018

#EuSouBlumer: o amor pelo CNB passado de pai para filho

Muitos da nossa geração nasceram sendo incentivados a vestirem os uniformes dos clubes de futebol favoritos dos pais. Mas, as coisas estão mudando. Cada vez mais, o esporte eletrônico vem ganhando espaço no coração dos brasileiros, e a nova geração já está conhecendo o time de esport para o qual vai torcer, como é o caso do pequeno Eduardo, que nasceu nessa terça-feira (30), às 6h31, em Indaiatuba (SP). Filho de um torcedor Blumer fanático, a primeira vestimenta do pequenino foi do CNB, feita exclusivamente para ele. O responsável foi Rafael Fernandes, que é casado com Isis Mariane.

O amor de Rafael pelo CNB começou em 2013, quando ele começou a jogar League of Legends e acabou conhecendo o clube. AD Carry de ofício, ele se inspirou no lendário manajj. Desde então, tem acompanhado com fidelidade a nossa trajetória.

O amor que eu tenho pelo League of Legends ultrapassou o meu amor que tenho pelo futebol. E o amor que eu tenho pelo São Paulo foi ultrapassado pelo amor que tenho pela CNB. Quando o São Paulo perde, eu nem ligo mais, mas a CNB perder eu sofro junto com vocês, a CNB vence eu vibro junto também! Quero passar isso para ele! No futuro, na minha opinião, o esport será mais forte/reconhecido e será ainda mais comum atitudes como essa“, contou Rafael.

A gente na posição de pai tenta passar o melhor pro filho e, além de toda educação, tem também o amor pelo esport (League of Legends); vou passar para ele o amor que tenho pela CNB, que é um time que não tem como não se apaixonar“, completou

Mas, e a mãe, o que pensa sobre isso? “Ela briga que eu jogo muito, mas apoia na teoria (risos). Assiste de vez em quando aos jogos comigo, com camiseta da CNB e tudo“, contou o paizão, que irá incentivar o filhão a seguir carreira de jogador profissional, caso seja da vontade do pequenino:

Darei todo suporte até o D5 que é meu elo atual, mas minha vontade é que ele seja muito melhor que eu! Vou dar um mouse ao invés da bola para ele brincar

Rafael e Isis, quando o pequeno Eduardo ainda estava na barriga da mãe

Nós do CNB ficamos muito felizes em ter todo esse carinho. É muito gratificante e motivador para todos nós continuarmos lutando para trazer alegria para a Nação Azul e Branca. Rafael, Isis e Bernardo, desejamos tudo de bom para vocês. <3 #vamoCNB