sábado, 10 novembro , 2018

#EuSouBlumer: casal Blumer na vitória e na derrota

Hey, Blumers! Hoje vocês vão conhecer um casal! Sim, vamos mudar um pouquinho a dinâmica e hoje vamos conhecer Luana e Reinaldo Borin, respectivamente de 29 e 32 anos, casados e moradores de Valinhos. Em tempos de Heroes of the Storm do CNB, Reinaldo era mais conhecido como Ikkyy, o capitão e shot caller da equipe, que disputou a final da Primeira Copa América, em 2015.

Reinaldo é viciado em jogos desde sempre. Ele começou pelo Counter-Strike (CS), jogava na lan house e participada de campeonatos no litoral Norte de São Paulo quanto tinha uns 17 anos. Depois, seguiu por diversas modalidades de jogos e até se deparou com o League of Legends, na época em que ainda não havia servidor brasileiro, mas não chegou a tentar competir.

Luana teve que se adaptar ao vício de Reinaldo por jogos. Hoje, ela joga também! Luana sempre foi do LoL, até já tentou jogar outras coisas, mas sempre acabava voltando para o LoLzinho.

Ele (Reinaldo) me ensinou, mas ele saiu e eu fiquei. Eu jogo com meus amigos e ele com os dele”, disse Luana.

Reinaldo já conhecia o CNB e-Sports Club desde os tempos de CS, mas naquela época não acompanhava muito. Começou a reparar na organização no LoL, na época do time com manajj, takeshi e Leko.

O jogo que mais atraiu Reinaldo foi Heroes of the Storm, por ser muito fã da Blizzard. Reinaldo começou a jogar sem compromisso, mas como tinha uma taxa de vitória muito alta, seguir para o âmbito competitivo foi fácil. Junto aos amigos, Reinaldo participou de vários campeonatos e conquistaram diversas vitórias desde o começo.

Com os resultados que estávamos tendo no Heroes, procuramos uma organização pra nos ajudar e o CNB foi a primeira escolha. Tínhamos o Saka (ex-jogador de Street Fighter do CNB) no grupo de amigos e ele acabou sendo fundamental pra aproximar a gente da organização. Até tivemos outra proposta, mas não tive dúvida”, revelou Reinaldo, ou melhor, capitão Ikkyy. Clique aqui para ver a lista completa de títulos do time no canal da Twitch do Ikky.

Nessa época, Reinaldo e Luana já estavam juntos e acompanhar a rotina de treinos do amado em casa foi enlouquecedor para Luana.

MUITO (enlouquecedor)! Já morávamos juntos há 9 anos na época e eu tinha feito uma cirurgia quando tudo começou. Eu precisava dele pra tudo. Eu não podia andar/levantar, só ficava na cama e no sofá. Tanto que a primeira vez que ele foi jogar eu tive que ir pra casa dos meus pais, pra eles cuidarem de mim.”, disse Luana rindo ao relembrar os perrengues.

Mas por incrível que pareça, mesmo tendo passado por perrengue com a recuperação da cirurgia, o mais doloroso para ela de conviver com um pro player foi ter que vender os ingressos da final do 2º Split do CBLoL 2015, no Allianz Parque. Essa ia ser a primeira vez que o casal iria em uma final do CBLoL, mas era no mesmo dia de uma etapa da Copa América do Heroes of the Storm e o Reinaldo ia jogar. E enquanto a Luana falava isso triste, o Reinaldo riu das lembranças do campeonato que disputou:

Foi bem bacana. Não estávamos conseguindo bons resultados na primeira fase da Copa América e quando chegamos na GH o Djoko fez um trabalho excelente com a gente. Uniu o grupo e conseguimos nos recuperar a tempo de chegar na final”.

O CNB postou em seu canal do YouTube como foram os dias do time de Heroes of the Storm na GH e no vídeo você pode conferir um pouco dos discursos motivacionais do Djoko e insights dos jogadores de LoL que auxiliaram a equipe no processo. Vale muito a pena assistir. Clique aqui para visualizar.

O time do CNB conseguiu chegar na final da Copa América 2015, mas infelizmente perdeu para também brasileira Brave Ozone por 3 a 2.

Depois desse campeonato, Reinaldo se aposentou:

Tava bem estressado da rotina de pro player. Não é pra mim… E precisava me dedicar mais a Luana.”

Após a cirurgia, Luana começou a sofrer de síndrome do pânico e crises de ansiedade. Ela nunca havia contato para ninguém, mas o CNB, e o YoDa em particular, a ajudaram bastante a melhorar.

Eu tinha medo de morrer dormindo. Então virava a noite vendo stream do YoDa e dos meninos do CNB. Várias e várias vezes fiquei mais de 24h acordada”, revelou Luana.

E eu não podia deixar de revelar que na casa deles até o cachorro é Blumer! Conheçam o Monstrão:

É isso, Blumers. Mais uma matéria do quadro #EuSouBlumer. Se você tem uma história legal, deixa um resumo aí nos comentários que podemos falar sobre você. Queremos agradecer a todos os fiéis torcedores que estão conosco nessa jornada. É por vocês que lutamos diariamente. #vamoCNB

Escrito por Clarissa Montalvão (Twitter @clamontalvao)